a


Don’t _miss

Wire Festival

 

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nullam blandit hendrerit faucibus turpis dui.

O que você está procurando?

Programação

DIA 01 – QUARTA-FEIRA
2019-09-11
ABERTURA E PLENÁRIA
AEROFAUNA I
CONCESSÃO DE AEROPORTOS
TURISMO & TRANSPORTE AÉREO
GROUND HANDLING
AVIAÇÃO DE NEGÓCIOS
ATC
CIAS AÉREAS LOW COST
DIA 02 – QUINTA-FEIRA
2019-09-12
PLENÁRIA
AEROFAUNA II
AVIATION LAW
TURISMO & TRANSPORTE AÉREO II
WOMEN IN AVIATION
VAREJO, SERVIÇOS & PUBLICIDADE
AVIAÇÃO REGIONAL
TECNOLOGIAS PARA AEROPORTOS
RESPONSABILIDADE CIVIL
INOVAÇÕES NA INDÚSTRIA & TENDÊNCIAS
DIA 03 – SEXTA-FEIRA
2019-09-13
AEROFAUNA III
TI & AUTOMAÇÃO
AIR CARGO
DRONES
CADEIA AEROESPACIAL
MEIO AMBIENTE
AVIATION EDUCATION
INOVAÇÕES NO TRANSPORTE AÉREO
CAB
ABERTURA E PLENÁRIA
AEROFAUNA I
CONCESSÃO DE AEROPORTOS
TURISMO & TRANSPORTE AÉREO
GROUND HANDLING
AVIAÇÃO DE NEGÓCIOS
ATC
CIAS AÉREAS LOW COST
PLENÁRIA
AEROFAUNA II
AVIATION LAW
TURISMO & TRANSPORTE AÉREO II
WOMEN IN AVIATION
VAREJO, SERVIÇOS & PUBLICIDADE
AVIAÇÃO REGIONAL
TECNOLOGIAS PARA AEROPORTOS
RESPONSABILIDADE CIVIL
INOVAÇÕES NA INDÚSTRIA & TENDÊNCIAS
AEROFAUNA III
TI & AUTOMAÇÃO
AIR CARGO
DRONES
CADEIA AEROESPACIAL
MEIO AMBIENTE
AVIATION EDUCATION
INOVAÇÕES NO TRANSPORTE AÉREO
CAB
AVIAÇÃO DE NEGÓCIOS E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO image
AVIAÇÃO DE NEGÓCIOS E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

STAGE TERMINAL 5


No Brasil, a aviação executiva permite o acesso a 4 mil aeródromos espalhados por 5.650 municípios, enquanto a aviação comercial atende apenas 124, menos de 2% do total de municípios. Como ampliar a utilização da aviação executiva e mostrar a sua importância para o desenvolvimento econômico da região? Quais são as tendências de otimização e utilização de aeronaves executivas no mundo?

SHOWCASE LOW COST AIRLINES image
SHOWCASE LOW COST AIRLINES

AIR LAB INNOVATION AUDITORIUM

CONECTIVIDADE E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO image
CONECTIVIDADE E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

TODOS OS PALCOS


A aviação contribui com US$ 153 milhões do PIB na América Latina, e é avaliado que a cadeia econômica liderada pelo setor contribua em 1,4% do PIB brasileiro. Atualmente o Brasil possui 210 milhões de potenciais consumidores, uma das maiores economias do mundo, com um enorme território que exige conectividade. Passos importantes foram dados para a ampliação deste mercado: concessões dos aeroportos, acordos de Céu Aberto e mais recentemente a abertura de mercado para investimento estrangeiro. Como estas mudanças irão refletir no desenvolvimento do setor?

09:00 - 10:30
Plenária – Boas-vindas e perspectivas do novo governo para o setor

 

Paula Faria, Idealizadora – IBAS – International Brazil Air Show

 

 

 

Francisco Lyra, Parceiro – IBAS – International Brazil Air Show

 

 

 

Antônio Claret, Diretor Superintendente do DAESP – Departamento Aeroviário de São Paulo – Representando o Governador do Estado de São Paulo

 

 

Tarcísio Gomes de Freitas, Ministro – Ministério da Infraestrutura

 

 

 

Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, Diretor-geral – DECEA – Departamento de Controle do Espaço Aéreo – Força Aérea Brasileira

 

 

Ricardo Botelho, Presidente – ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil

 

 

 

Gustavo Henric Costa, Prefeito – Prefeitura de Guarulhos

 

 

 

Gustavo Figueiredo, Presidente – GRU Airport

 

 

10:30 - 11:00
SPOTLIGHT: Perspectiva econômica para a aviação no Brasil

 

Ronei Glanzmann, Secretário da Aviação Civil – Ministério da Infraestrutura

11:00 - 11:30
Desafios da aviação comercial brasileira

 

Eduardo Sanovicz, Presidente – ABEAR – Associação Brasileira das Empresas Aéreas

 

WORKSHOP SAFETY – EM BREVE image
WORKSHOP SAFETY – EM BREVE

Palestrantes: em breve

TURISMO E O TRANSPORTE AÉREO: CONECTIVIDADE E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO image
TURISMO E O TRANSPORTE AÉREO: CONECTIVIDADE E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

STAGE TERMINAL 3


Segundo o Panorama, estudo realizado pela ABEAR, o transporte aéreo tem papel fundamental em um mundo com economia cada vez mais integrada e intercâmbio cultural cada vez mais intenso. Como consequência, ajuda a produzir mais riqueza e também gera renda por meio dos empregos criados. A aviação é decisiva para o turismo, setor que passa por um crescimento exponencial e já responde por uma parcela maior que a de setores tradicionais. No Brasil, ainda há muito potencial para crescimento tanto do transporte aéreo quanto do turismo. Como desenvolver este potencial em colaboração com as principais organizações relacionadas ao mercado?

WORKSHOP ATC – CONTROLE DE TRÁFEGO AÉREO image
WORKSHOP ATC – CONTROLE DE TRÁFEGO AÉREO

STAGE TERMINAL 6


O Controle de Tráfego Aéreo é fundamental para o desenvolvimento da aviação. O avanço na tecnologia com o contínuo crescimento do tráfego a longo prazo faz com que a interdependência entre a operação de aeronaves, aeroportos e os responsáveis pela navegação aérea trabalhem juntos de forma colaborativa para permitir o crescimento da demanda com segurança e eficiência. Como as organizações que regulam o setor, a infraestrutura dos aeroportos e o espaço aéreo na América Latina podem melhorar seus processos? Quais as inovações para o segmento de controle de tráfego aéreo?

WORKSHOP DE GROUND HANDLING image
WORKSHOP DE GROUND HANDLING

STAGE TERMINAL 4


O crescimento da aviação exige que a cadeia de fornecedores também se prepare para este desafio com investimentos em equipamentos e mão de obra especializada para atender a demanda deste mercado, com qualidade e preços competitivos. As empresas de ground handling exercem um papel fundamental para o desenvolvimento sustentável do setor. Como elas podem contribuir para este crescimento?

WORKSHOP DE MRO image
WORKSHOP DE MRO

STAGE TERMINAL 5


Uma indústria de MRO bem desenvolvida é fundamental para reduzir custos, diminuir o tempo de inatividade e aumentar a eficiência dos serviços. O setor também está se adaptando a transformação que está mudando fundamentalmente as operações de voo, operações técnicas e o envolvimento do cliente, proporcionado pela inovação e tecnologia. Quais são as tendências, desafios e oportunidades de negócios na região?

AIR LAB INNOVATION INDUSTRY image
AIR LAB INNOVATION INDUSTRY

STAGE INNOVATION


A inovação sempre esteve no DNA da aviação, mas nos últimos anos o setor está experimentando um tsunami de dados que está mudando fundamentalmente a indústria, as operações de voo, operações técnicas e envolvimento do cliente. Digitalização, robotização, inteligência artificial, manufatura avançada, big data, internet das coisas, drones, biotecnologia e outras tendências estão levando a uma mudança radical na estrutura dos mercados e da própria sociedade. Os profissionais precisam urgentemente enfrentar o desafio de acessar essas novas tecnologias como uma questão iminente de sobrevivência e como uma oportunidade de expansão. Cocriar soluções a partir de redes de inovação, open Innovation e empreendedorismo de alto impacto torna-se crucial para a indústria aeroespacial.

AEROFAUNA image
AEROFAUNA

STAGE TERMINAL 1

WORKSHOP CONCESSÃO DE AEROPORTOS image
WORKSHOP CONCESSÃO DE AEROPORTOS

STAGE TERMINAL 2


Desde 2011 foram realizadas quatro rodadas de concessões e dez aeroportos foram concedidos a iniciativa privada, correspondendo a 57% do tráfego regular no Brasil. Neste período, dezesseis grupos participaram dos leilões e, atualmente, oito operadores distintos operam nos aeroportos brasileiros, sendo que mais de R$ 17 bi de um total de R$ 33 bi do investimento previsto já foi realizado. Estes investimentos aumentaram sensivelmente a capacidade aeroportuária e a melhoria dos serviços prestados. O governo prevê mais três rodadas até 2021 e irá conceder mais 56 aeroportos. Quais são as regras das próximas concessões e o que irá mudar no mercado aeroportuário e qual será o impacto para os negócios na região?

14:00 - 15:00
WORKSHOP SAFETY – Painel 1:

Palestrantes: em breve

15:00 - 16:00
A otimização das operações no Aeroporto de Guarulhos – Projeto AGILE GRU

Major Especialista em Controle de Tráfego Aéreo Marcos Roberto Peçanha dos Santos, Chefe da Subdivisão de Organização e Gerenciamento do Espaço Aéreo (AOM) – Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea

15:00 - 16:30
Oportunidades de negócios para empresas de low cost no Brasil

 

Ronei Glanzmann, Secretário da Aviação Civil – Ministério da Infraestrutura

 

 

 

Juliano Noman, Diretor – ANAC  – Agência Nacional de Aviação Civil

15:00 - 16:30
Mesa redonda 1: Panorama e tendências da indústria de MRO na América Latina

– Desafios da cadeia de Supply Chain
– Harmonização regulatória para o setor
-Como organizar e compartilhar dados para capitalizar oportunidades


 

Apresentação:


Alex Krell, Trade Commissioner – Consulado do Canadá

 

 

 

Mesa redonda:


Hernán Pasman, Vice-Presidente Sênior de Operações – LATAM*

 

Alex Krell, Trade Commissioner – Consulado do Canadá

 

 

 

Representante Receita Federal

Representante ANAC

Representante ABEAR

Representante ABAG

15:00 - 16:00
Painel 1: Panorama dos serviços de transporte aéreo

– Construção de um ecossistema eficiente, confiável e em tempo real entre os aeroportos, cias aéreas e consumidores com redução de tempo para checagem de informações
– Equilíbrio entre competitividade x investimento x qualidade


 

Ricardo Bernardi, Sócio e Advogado – Bernardi & Schnapp Advogados

 

 

 

Ricardo Sérgio Maia Bezerra, Diretor – ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil

 

 

 

Adrian Elkuch, Diretor de Operações – COO – BH Airport

 

Renato Pinto,  Gerente Regional de Vendas e Serviços – TLD

 

Moderador: Ricardo Miguel, Presidente – ABESATA – Associação Brasileira das Empresas de. Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo

 

 

15:00 - 15:30
Abertura | Boas vindas e leitura de Carta Manifesto sobre o setor: avanços e desafios

 

Tenente Weber Novaes – CENIPA

 

 

 

Componentes da mesa de abertura:

 

Patrícia Iglesias, Diretora – Presidente – CETESB

 

 

 

Brigadeiro do Ar Frederico Alberto Marcondes Felipe, Chefe Do CENIPA

 

Rafael José Botelho Faria, Superintendente de Infraestrutura – ANAC

 

Douglas Almeida, Diretor da ANEAA

 

Comandante Raul de Souza – ABEAR

15:00 - 16:00
Painel 1: Próximas rodadas de concessões dos aeroportos brasileiros e estruturação de PPP´s de aeroportos

– Resultado 5ª rodada, planejamento 6ª e 7ª rodada
– Evolução dos contratos de concessão de aeroportos no Brasil
– Mudança dos parâmetros: Indicadores de Qualidade do Serviço (IQS) e aspectos de qualidade de serviço, Fator X e Taxa de Desconto do Fluxo de Caixa Marginal


 

Thiago Nykiel, CEO – Infraway Engenharia

 

 

 

Wanderley Galhiego Jr., Diretor de Novos Negócios e Inovação – Socicam

 

 

 

Ricardo Sampaio S. Fonseca, Diretor de Políticas Regulatórias – Gestão – Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura

 

 

 

Moderator: Thiago Nykiel, CEO – Infraway Engenharia

 

 

15:00 - 16:00
Abertura – Boas-vindas e perspectiva econômica: transporte aéreo e a economia do turismo

 

Vinicius Lummertz, Secretário de Turismo – Governo do Estado de São Paulo

 

Gustavo Figueiredo, Presidente – GRU Airport

 

 

 

Eduardo Sanovicz, Presidente – ABEAR – Associação Brasileira das Empresas Aéreas

 

 

 

José Ricardo Pataro Botelho de Queiroz, Diretor Presidente – ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil

 

 

 

*A confirmar

15:00 - 16:00
WORKSHOP SAFETY – Painel 2:

Palestrantes: em breve

15:00 - 15:30
Abertura: Como a busca de soluções inovadoras podem transformar a indústria aeroespacial

– Soluções digitais para a gestão do conhecimento em projetos tecnológicos
– Fomento a ecossistemas de startups
– Como formar uma rede de intraempreendedores para tirar ideias do papel


 

Bruno Rondani, Fundador & CEO – 100 Open Startups

 

Marcelo Nunes, Coordenador dos Clusters Aeroespacial e TIC – Parque Tecnológico São José dos Campos

 

Moderador: Bruno Rondani, Fundador & CEO – 100 Open Startups

15:30 - 16:30
Gerenciamento de Risco de Fauna em aeroportos americanos – desafios e aprendizados ao longo de três décadas

– Apresentar a experiência da FAA como órgão regulador do EUA, considerando a temática de fauna. Apontando o histórico, desafios, acertos e erros.
– Abordar quais são as perspectivas da agência para o futuro.


 

Amy Anderson, Bióloga – Federal Aviation Administration (FAA)

15:30 - 15:50
Open Talks Embraer | Ambiente de inovação, fomento ao ecossistema de startups e cases de implementação

 

Sandro Valeri, Diretor de Estratégia de Inovação – Embraer

15:50 - 16:10
Open Talks Boeing | Ambiente de inovação, fomento ao ecossistema de startups e cases de implementação

 

Antonini Puppin Macedo, Managing Director Research & Technology – Brazil at Boeing*

16:00 - 17:00
A introdução do conceito de Torres Remotas no Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro

Coronel Engenheiro André Eduardo Jansen, Vice-Presidente – Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo

16:00 - 17:30
Painel 2: Lições aprendidas com os dez primeiros aeroportos concedidos

– Histórico das concessões e principais obstáculos encontrados
– Principais mudanças observadas


 

Jorge Arruda, CEO – Inframerica Brasil

 

 

 

Tiago Sousa Pereira, Superintendente de Regulação Econômica de Aeroportos – ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil

 

 

 

Andreea Pal, CEO – Fraport Brasil

 

 

 

Tenente – Brigadeiro do ar Hélio Paes de Barros Júnior, Presidente – Infraero

 

 

 

Moderador: Mariana Barbosa, Jornalista – Jornal Brasil

 

 

16:00 - 17:30
Painel 2: Principais desafios para o setor de Ground Handling

– Expectativa aeroportos
– Avanços na padronização e certificação do setor e principais desafios para o setor de Ground Handling
– IATA Ground Operations Manual (IGOM) e IATA Safety Audit for Ground Operations (ISAGO)


 

Rubens Pereira Leitão Filho, CEO – Orbital

 

 

 

Comandante Miguel Dau, Diretor de Operações – GRU Airport

 

 

 

Rogério Benevides, Consultor técnico – ABEAR – Associação Brasileira das Empresas Aéreas

 

Carlos Augusto Serra Roma, Diretor de Vendas – BYD

 

 

 

Moderador: Rogério Benevides, Consultor técnico – ABEAR – Associação Brasileira das Empresas Aéreas

16:00 - 17:00
WORKSHOP SAFETY – Painel 3:

Palestrantes: em breve

16:10 - 16:30
Open Talks Airbus | Ambiente de inovação, fomento ao ecossistema de startups e cases de implementação

 

Clément Dartigues, Analista de Estratégia de Business Intelligence – Airbus*

16:30 - 17:15
IPFs e PGRFs: necessidade de alinhamento entre meio ambiente e segurança operacional

– Apresentar o processo da ANAC para verificar e aprovar os PGRFs.
– Apontar as principais inconformidades já identificadas.


 

Fábio Magalhães, Gerente Técnico de Desenvolvimento Aeroportuário – ANAC

16:30 - 17:00
Perguntas dos convidados
16:30 - 17:00
O custo de voar no Brasil

Martha Torres, Diretora – L.E.K.

16:30 - 18:00
Spotlight Talks: Tendências do setor

– Durante o II Encontro Anual Uber Elevate realizado em 2018, foi apresentada a primeira rede de aviação urbana do mundo. Como desmitificar a aviação executiva como um transporte de luxo e integra-lo na lógica de mobilidade urbana?
– Como o Brasil está se preparando para a utilização dos eVTOL, veículo voador elétrico para uso urbano
– A mobilidade compartilhada já é uma realidade no Brasil e no mundo. Como levar o mesmo conceito para a aviação e expandir a utilização do compartilhamento?